Reflexões

A vida é uma calmaria até chegar a onda, aquela onda que me enrola e me tira os pés do chão. Perco o equilíbrio, perco a noção, perco a vergonha e deixo-me ir. Ando às voltas nas voltas que a vida dá. Permito-me viver intensamente aquilo que surge.

Quanto a vida me enrola nas suas voltas e eu cansada perco a força, relaxo, largo, desisto de querer mais, é aí que numa dessas voltas vejo o sol a brilhar de novo. Sorrio até à alma e deixo os raios de sol entrar. As dádivas são tantas que só tenho a ganhar.

Quando a vida me enrola nas suas voltas e eu nem quero saber, surge a chuva que me molha e me faz sorrir de novo, pois leva o que eu não preciso e deixa o que me faz amar estas voltas, que me fazem viver intensamente.

O dia amanhece e vira a minha vida do avesso e me sussurra ao ouvido que eu mereço de outra forma, que devo viver aquele momento pois ele não se voltará a repetir. Deixo as lágrimas caírem e volto a sorrir de novo porque o dia me disse que tenho um sorriso dos mais bonitos que ele já viu.

As dúvidas das certezas da vida fazem-me ter prazer onde jamais achei ter, fazem-me olhar de novo e me perder, fazem-me levantar de onde estou e correr, deleitam-me com um novo olhar sobre o que eu não queria ver.

Ando às voltas nas voltas que a vida dá e isso faz brilhar dentro de mim a luz que ofusca, o perfume que invade e estimula todas as células do corpo, o toque que jamais será esquecido, por mais voltas que a vida dê.

 

Deixe uma resposta

Guida Guardado

Professora, escritora e criadora do projeto Kids & Grown-ups.

Subscrever Blog via email

Indique o seu endereço de email para subscrever este site e receber notificações de novos artigos por email.

Comunidade Kids & Grown-ups

© 2018 Guida Guardado