Reflexões

Aprender a lidar com as nossas emoções é de extrema importância para educar os nossos filhos, pois educar os filhos para que sejam felizes e saudáveis envolve autoconhecimento e inteligência emocional. As crianças são autênticas esponjas copiando os comportamentos dos adultos que as rodeiam. Deste modo, são influenciadas diretamente pela forma como lidamos com as nossas emoções, pelos nossos comportamentos e também pela forma como nos relacionamos connosco e com o mundo. 

Há inúmeras expressões que dizemos e que mais tarde percebemos que as crianças repetem, assim como gestos, comportamentos e vícios. Cuidar da nossa saúde emocional torna-se assim fulcral se queremos que os nossos filhos sejam mais felizes. Quando digo filhos, também digo sobrinhos, netos, amigos, alunos, etc.

Ao cuidar da saúde emocional estamos entendendo e aceitando melhor o que sentimos, investindo em tempo de qualidade connosco mesmos, encontrando formas de administrar o stress e ser mais relaxados. Estes comportamentos farão bem a nós mesmos e terão um grande impacto na forma como educamos todos os que nos rodeiam.

Enquanto professora, e durante mais de uma década, vi alunos meus repetirem os mesmos gestos, crianças ficarem instáveis quando eu própria estava instável, sorrirem e colaborarem quando estava feliz e brincarem alegremente quando me permitia fazê-lo com eles.

Não há fórmulas mágicas para que tudo corra bem, aliás, por vezes é importante que as coisas corram mal, para que haja transformação! Cada pessoa deve aprender a adaptar novos hábitos no seu dia a dia para transformar a relação com as crianças que a rodeiam em algo prazeroso. 

É muito bom criar vínculos fortes com as crianças baseados no diálogo, por isso seja um bom ouvinte, ouça o que elas têm a dizer e com o tempo perceberá que os bons resultados virão. Além de orientadores, os adultos atuam como espelhos e fontes de inspiração para as crianças.

Com toda a certeza queremos facilitar todas as coisas possíveis para garantir que as crianças tenham um futuro mais tranquilo e mais feliz, o que não podemos esquecer é que o mais importante é formado na infância: a liberdade de escolha, os valores de vida que temos, ou seja, a base para a vida toda é construída na infância.

As crianças gostam de coisas simples, podemos ajudá-los a compreender a beleza da humildade e a pensar antes de agir; gostam que os adultos estejam presentes e que façam atividades com eles; gostam de ter tempo livre e são cheias de sonhos, não vamos projetar as nossas frustrações nos seu sonhos futuros;  as crianças também admiram quem lhes impõe limites e a quem lhes diz não, simplesmente nos testam constantemente para perceberem até onde chegamos.

Vamos diminuir a pressão que colocamos nas crianças para que estas sejam perfeitas quando nós mesmos não o somos e vamos amá-las nas suas maravilhosas imperfeições, só mais um bocadinho!

Deixe uma resposta

© 2018 Guida Guardado