Testemunhos na primeira pessoa

Não podemos dizer que conhecemos verdadeiramente os sentimentos até os viver na realidade. Os meus olhos quando cruzaram com os teus o tempo parou, ficámos durante alguns momentos a compreender quem éramos e que significado tínhamos uma para a outra. Era tudo tão natural, tão comum que posso jurar que nos conhecemos desde sempre.

Há uma ligação que nos une desde o momento em que estavas na barriga da tua mãe. É um amor que eu ainda não conhecia, sem posse, sem carência, sem querer nada em troca. É apenas um estado de preenchimento e de quietude. Tão bom.

O colo que me deste foi muito reconfortante e o toque da tua mão foi tranquilizador. Decidiste nascer com o laço que temos entre nós e sou-te eternamente grata, pois percebi que apenas quero viver isso, esse laço que nos une. Durante estes dias ensinaste-me muita coisa que é só para mim, que mais posso pedir?!

Ao contrário do que poderia achar, trouxeste-me uma paz reconfortante, despertaste em mim aquilo que faltava para que eu pudesse continuar a viver no caminho que escolhi. Grata por teres vindo e entrado no meu mundo.

A vida é como um rio que corre sempre sem parar. Há momentos em que a água abranda e podemos contemplar a beleza que nos rodeia e viver as emoções intensamente.

Conhecemo-nos desde sempre e vieste mostrar-me que os milagres são reais, que o amor é dos sentimentos mais belos que existem quando deixas que ele entre e permaneça a vibrar em todas as tuas células.

Os laços que se criam entre tios e sobrinhos são especiais! São para a vida! São o equilíbrio perfeito entre a responsabilidade e o divertimento, entre o amor e a cumplicidade. A vida jamais seria tão enriquecedora sem uma tia por perto!

Mas é que eu não sou só tia… sou também uma madrinha muito babada!!

Deixe uma resposta

© 2018 Guida Guardado