Reflexões

O amor é o sentimento mais puro de todas as emoções, é aquele que abraça a razão, a beija e dança com ela à chuva.

Quando amas de uma forma pura permites que o outro faça as suas escolhas sem interferires demasiado, mesmo que isso te cause medo que o outro não te escolha a ti.

Quando amas em segredo são os olhos que falam por ti.

Quando amas e deixas ir, o teu coração fica apertadinho e a tua alma sabe que é por ali, que fizeste a melhor escolha, que o melhor ainda está para vir.

O amor tem a virtude de pôr a nu dois amantes um em frente ao outro, física e emocionalmente, mas também cada um deles diante de si próprio.

O amor é o sentimento mais puro quando não deixas que a mente e o ego invadam o teu coração.

É o amor que te faz sorrir, que te faz levantar e acreditar que amar e ser amado é perfeito quando deixas de ter controle.

Amar é deixar de querer só para ti, é querer que o outro seja feliz, é quereres ser feliz independentemente do que isso significa.

São os medos que criam barreiras ao amor.

É a falta que cria monstros de não merecimento.

Mas é o amor que te preenche, que te dá vida e energia. É o amor que movimenta o teu corpo.

Ama e deixa que te amem.

Entrega-te no abraço que te faz flutuar e não fujas só porque o amor te assusta e era mais fácil não sentir.

Deixe uma resposta

Guida Guardado

Professora, escritora e criadora do projeto Kids & Grown-ups.

Subscrever Blog via email

Indique o seu endereço de email para subscrever este site e receber notificações de novos artigos por email.

Comunidade Kids & Grown-ups

© 2018 Guida Guardado