Tenho uma rotina praticamente diária de me levantar cedo e ir caminhar. O exercício faz-me bem ao corpo e ver o nascer do sol faz-me bem à alma. Hoje foi uma estreia, pois decidi fazer a caminhada apesar do tempo que fazia lá fora. Já caminhaste à chuva só porque sim? Eu não, mas hoje gostei bastante!
Já caminhaste à chuva só porque sim? Tenho uma rotina praticamente diária de me levantar cedo e ir caminhar. O exercício faz-me bem ao corpo e ver o nascer do sol ler mais
Este é o titulo da história que terminei de escrever hoje. Por mais incrível que pareça há uma tendência para fugir daquilo que temos de fazer, daquilo que nos faz bem. As mudanças só podem ser boas... parece tão simples não é?
As mudanças só podem ser boas Este é o título da história que terminei de escrever hoje. Por mais incrível que pareça há uma tendência para fugir daquilo que temos de ler mais
A vida é uma calmaria até chegar a onda, aquela onda que me enrola e me tira os pés do chão. Perco o equilíbrio, perco a noção, perco a vergonha e deixo-me ir. Ando às voltas nas voltas que a vida dá. Permito-me viver intensamente aquilo que surge.
Ando às voltas nas voltas que a vida dá A vida é uma calmaria até chegar a onda, aquela onda que me enrola e me tira os pés do chão. Perco ler mais
O tempo e a idade é algo que preocupa a nossa mente, pelos motivos mais diversos. A beleza da idade nem sempre é vista. Muitos desses motivos estão relacionados com as modificações do nosso corpo, com os problemas de saúde e com a proximidade da morte. Mesmo aqueles que dizem que não se preocupam com isso, já se olharam muitas vezes ao espelho e pensaram sobre isso ou já se queixaram de algumas modificações do corpo. Apreciar a beleza da idade é desafiante.
Apreciar a beleza da idade é desafiante O tempo e a idade é algo que preocupa a nossa mente, pelos motivos mais diversos. A beleza da idade nem sempre é vista. ler mais
Pensas muitas vezes que largar algo é desistir, mas não. Largar não é desistir, é só não ficares agarrado demasiado a uma expetativa. Largar é confiar que o melhor para ti vai chegar no momento certo e no formato que for.
Largar não é desistir Pensas muitas vezes que largar algo é desistir, mas não. Largar não é desistir, é só não ficares agarrado demasiado a uma expetativa. Largar é confiar que ler mais
Quantas vezes te olhas ao espelho e não vês? Não vês aquele ser que és. Apenas vês um monte de defeitos, problemas e frustrações. Outras vezes nem te atreves a olhar o espelho. Penteias o cabelo mecanicamente e segues a tua vidinha. És o ser mais incrível deste planeta. Quando é que decides olhar-te ao espelho e ver?
És o ser mais incrível deste planeta. Quantas vezes te olhas ao espelho e não vês? Não vês aquele ser que és. Apenas vês um monte de defeitos, problemas e frustrações. ler mais
Fotografar é algo que gosto de fazer e só fazendo é que se aprende. Há momentos únicos no ano para fotografar e um deles são as colheitas do arroz. Ter amigos orizicultores tem as suas vantagens. Ia só tirar fotografias e acabei a cortar arroz! Foi espetacular.
Ia só tirar fotografias e acabei a cortar arroz! Fotografar é algo que gosto de fazer e só fazendo é que se aprende. Há momentos únicos no ano para fotografar e ler mais
Abracei o Projeto Escreve-te que visa alertar para problemas importantes esquecidos por muitos. O tema deste mês é o suicídio. Um tema difícil, sem dúvida, mas as coisas difíceis também fazem parte da vida e quanto mais falamos sobre elas, mais fáceis ficam de enfrentar.
Projeto Escreve-te – Setembro Amarelo: Suicídio Quantas vezes passamos ao lado de alguém e não damos conta do que se passa? Quantas vezes andamos tão atarefados que não percebemos o grau ler mais
Encontro pela paz e comemoração do equinócio de outono
Encontro pela paz e comemoração do equinócio Num grupo de pessoas em que quase todas são desconhecidas podes encontrar a paz que estavas à procura. Não a paz exterior, mas a ler mais
Hoje iniciei um projeto para o qual me convidaram, com uma menina que me é muito especial. Ela há uns anos atrás ensinou-me muito. Ensinou-me que eu tinha muitas limitações na minha maneira de pensar, mais do que ela tinha fisicamente e na maneira de pensar dela. Ensinou-me a quebrar as barreiras e a aceitar abraços só porque sim, porque gostávamos muito uma da outra. Ensinou-me a amar a diferença.
Novo desafio, novo projeto, novas ideias Se há um ano atrás me dissessem que hoje estaria a viver aqui, que estaria a fazer o que estou a fazer ou que iria ler mais

© 2018 Guida Guardado